9/19/2017

Rotary Club e Prefeitura de Floriano promovem Campanha Nacional de Orientação de Trânsito

Semana Educativa 
Foi realizada, na manhã dessa segunda-feira (18) na praça Dr. Sebastião Martins, o lançamento da Campanha Nacional de Orientação de Trânsito, organizada pela Comunidade Rotariana de Floriano, composta pelos clubes Rotary Floriano, Médio Parnaíba e Princesa do Sul. 

Estiveram presentes o secretário de Comunicação, Nilson Ferreira, que na solenidade representou o prefeito Joel Rodrigues, o superintendente da Sutran, Carlos Eduardo Kalume, o presidente do Rotary Floriano, Ribamar Amarante, o coronel Rubens Lopes e o capitão Ubiraci Torres, representando, respectivamente, o 3º Batalhão da Polícia Militar e o Grupamento de Trânsito da PM, além do inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Jeová Querino e dos demais membros dos clubes Rotarianos.


A Campanha que é encabeçada pelo Rotary, conta com o apoio da Prefeitura de Floriano e do Agrupamento de Trânsito da Polícia Militar, seu principal objetivo é propor a valorização da vida através de um trânsito mais organizado e responsável. Durante a solenidade de abertura dados preocupantes foram explanados pelo inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Jeová Querino. 

“Todos os dias o trânsito no Brasil mata ou fere o equivalente a uma queda de avião, são 180 pessoas envolvidas, em média, que perdem a vida ou vão parar em leitos de hospitais, precisamos ser mais humanos no trânsito”, disse o inspetor da PRF.

A principal estratégia é levar a conscientização através da panfletagem nos principais pontos da cidade e também nas escolas da Rede Municipal e Estadual de Ensino, durante as visitas às escolas o Grupamento de Trânsito da PM, sob o comando do capitão Ubiraci, estará presente orientando os educandos. O presidente do Rotary Club Floriano, Ribamar Amarante, pontuou a importância da ação para transformar o trânsito na cidade e região. 

“É uma campanha de conscientização, não há mudança social sem orientação, estamos desenvolvendo esse trabalho para reduzir os números de feridos e óbitos provocados pelo trânsito, para isso pedimos a contribuição de toda a comunidade”, finalizou o presidente do Rotary Floriano.

Fonte: florianonews.com


9/18/2017

Festa do Vaqueiro é celebrada com tradicional cavalgada em Floriano

Festa do Vaqueiro
Durante todo o sábado (16) foram realizadas comemorações referentes a tradicional Festa do Vaqueiro do bairro Nossa Senhora da Guia. Organizada através da Associação de Vaqueiros de Floriano, com parceria da COEF (Comissão Organizadora de Eventos de Floriano), o evento contou com uma programação que não deixou a desejar e reuniu centenas de vaqueiros e apaixonados por esse símbolo do sertão. 

A programação teve início às 6h da manhã com a Alvorada, no bairro Nossa Senhora da Guia, em seguida foi servido um café da manhã para os vaqueiros. Às 8h começaram os preparativos para a tão esperada corrida de cavalos, foram mais de 30 cavaleiros, distribuídos em 4 categorias, concorrendo a premiações que totalizaram R$ 3050,00. De acordo com o resultado final, 12 cavaleiros foram premiados na corrida que aconteceu no Parque de Vaquejada localizado no próprio bairro. 


No turno da tarde aconteceu a tradicional cavalgada, saindo da Barraca do Vaqueiro às 16h, com 50 cavaleiros, em média. O percurso, que totalizou cerca de 10 km, compreendeu as avenidas São Pio, Bucar Neto e Getúlio Vargas, retornando ao local de partida, com a animação por conta do Ciel Brasil. Após a missa aconteceu a festa do vaqueiro na praça do bairro. 

Em paralelo a esta organização, Floriano foi contemplada com uma outra cavalgada pela manhã. Organizada pela Quarta Comitiva Poeira na Estrada, que ofertou um café da manhã para os vaqueiros, do qual o Prefeito Joel Rodrigues e os secretários de Comunicação, Nilson Ferreira, e de Desenvolvimento Rural, Assis Carvalho, participaram. 

A cavalgada saiu do Parque do Vaqueiro Arudá Bucar e foi em direção ao bairro Nossa Senhora da Guia. Uma média de 100 cavalos e cavaleiros da circunvizinhança percorreram a Avenida Dirceu Arcoverde revivendo a cultura do homem do campo.

O prefeito Joel Rodrigues explanou sua alegria em participar mais uma vez de uma festa cultural e de tamanha importância para a história da cidade. “Reunimos centenas de vaqueiros e apaixonados por essa figura indispensável para o campo que é o vaqueiro. Mais uma ação que mostra nosso comprometimento em apoiar e incentivar práticas culturais da nossa terra”, finalizou Joel Rodrigues.

Fonte: florianonews.com

9/15/2017

Salão do Livro de Floriano deverá acontecer em 2018

Empreendedores Salão do Livro
O Diretor do IFPI-Floriano, Odimógenes Lopes, acompanhado do ex-vereador do PT, André Melo, e do Produtor Cultural Cesar Crispim, estiveram, na manhã desta quarta-feira (13/09), com o Secretário Estadual de Cultura, Deputado Fábio Novo.
Também esteve presente à reunião o Chefe de Departamento do IFPI-Floriano, Rodrigo Nunes.  A comitiva florianense discutiu várias pautas com Secretário, todas voltadas ao desenvolvimento da cultura e, em especial, a realização do Salão do Livro na cidade de Floriano.

Segundo André Melo, Fábio Novo se mostrou bastante interessado e, do encontro, ficou pré-agendada a realização do Salão do Livro de Floriano, em parceria com o IFPI e a SECULT,  para o primeiro semestre do ano de 2018, tendo ficado sugerido o dia 18 de abril, que é a data de nascimento de Monteiro Lobato.
Fonte: velho monge.com

Peladas da Quadra da Escola Normal

Quadra da Normal
Com a concorrência do campo do artista, os outros piolhos de bola migravam para a quadra da escola Normal. No entanto, tínhamos de saber chegar, direitinho, senão o vigia da Unidade Escolar João Durão metia o “rei” que carregava na cintura.

Os peladeiros chegavam tranqüilos para as habituais peladas de fim de tarde que ali se desenvolviam. Era muita gente pra jogar, de forma que formavam-se vários times na base do tira-tira.

Nessa época, freqüentavam essas saudosas peladas os piolhos Bá, Deló, João Carvalho, Nisquita, Agenor, Tonhô, Carloínho, Miesse, Josair, Juvenal, Jotinha, Leal, Tifí, Chiquinho de Turene, Sapim, Valdenor, Gonzaga e outras feras ali dos arredores.

Lembro-me, certa vez, quando estávamos todos jogando bem pra valer numa empolgação sem tamanho. Todo mundo dando de tudo. De repente, chega o craque Mocó ( estava no auge ). Aí os caras diziam: “vixe, e agora...” O homem já chegava querendo jogar.

Todo mundo queria disputar o piolho: “ele vai jogar em nosso time, num quero nem saber...” Era uma confusão. Tinha que haver sorteio. Os times adversários penavam. Mocó saía driblando todo mundo numa rapidez incrível e fazia gols de todo jeito. 


Era uma loucura. O time dele não perdia uma partida.

9/13/2017

Feira de colecionismo

Até o final do mês de setembo, agora, colecionadores de diversas cidades do Piauí estarão reunidos no contorno da praça Pedro II para iniciar uma feira de colecionismo, envolvendo principalmente o pessoal de Teresina.

Mendes e Barbosa 
A intenção é criar um evento para uma dimensão inovadora no tocante ao colecionismo de cédulas, moedas e quaisquer outros suevenieres que por ventura apareça para movimentar o intercâmbrio enre colecionadores em geral.

Espaço do Barbosa

Os colecionadores Francisco Barbosa e o nosso amigo Mendes (foto acima), são os articuladores e coordenadores do evento, que será divulgado no mês em curso. A intenção principal é gerar um intercâmbio cultural entre todos aqueles que gostam de colecionar produtos e serviços em geral em torno de nossa cultura.

Floriano é uma das cidades do Piauí mais abriu empresas neste ano

Floriano: Recorde abertura empresas
Floriano é uma das cidades do Piauí que mais abriu empresas neste ano.

Foram 339 novas empresas registradas pela Junta Comercial de Floriano.

Na manhã desta terça-feira (12), o prefeito Joel Rodrigues recebeu em seu gabinete a presidente da Junta Comercial do Piauí, Auzeni Porto, acompanhada da equipe do Piauí Digital, sistema que facilita a abertura e regularização de empresas, a diretora m de Registro da Junta, jesuíta Melo e a Coordenadora do Posto da Junta Comercial de Floriano, Maria Jucirene Osório. O vice-prefeito Antonio Reis e o vereador Salomão Holanda também participaram da reunião.

A Presidente parabenizou o município pela abertura das 339 empresas na Junta Comercial neste ano de 2017. Uma das cidades com o maior registro em todo o estado.

Os processos de abertura são feitos através do Sistema Piauí Digital, criado para regularizar e abrir novas empresas e liberados em até dois dias úteis. É feita uma consulta de viabilidade de localização das empresas, de endereço e o município faz a liberação do funcionamento dessa empresa no endereço solicitado.

A Junta Comercial em Floriano funciona no Espaço da Cidadania, de sete e meia da manhã à uma e meia da tarde. O prefeito Joel agradeceu a visita da presidente e parabenizou a equipe que faz esse trabalho e também à secretaria de Finanças através da aecretária Josélia Rodrigues.

“O município está integrado ao sistema e vai melhorar ainda mais através de uma nova capacitação que será feita dia 20 de setembro com toda a equipe da prefeitura na junta comercial em Teresina. Nosso objetivo é aperfeiçoar ainda mais este trabalho que já vem sendo feito com primor aqui em Floriano” disse Joel.

Fonte: Secom


Secretaria de Educação realiza I Torneio Esportivo entre escolas do Ensino de Jovens e Adultos - EJA

Torneio Esportivo
Foi realizado na noite da última terça-feira (12) o I Torneio Esportivo Inter EJA , que reuniu escolas da Rede Municipal de Floriano que possuem turmas noturnas do Ensino de Jovens e Adultos (EJA). Durante o evento, que aconteceu no Ginásio Poliesportivo Defala Attem, estavam presentes o capitão Ubiraci do 3º Batalhão de Polícia Militar, o diretor administrativo da Secretaria Municipal de Educação Mickael Costa, a diretora de ensino na zona urbana, Reusileide Nogueira, a coordenadora pedagógica, Joseíres Veloso, além das coordenadoras do EJA da zona urbana, Marcela Costa e Joana Siqueira. Também estiveram contemplando o torneio os diretores das escolas participantes.

Marcando o primeiro torneio esportivo que reúne instituições que desenvolvem o EJA noturnamente, três escolas participaram com seus times, foram as Escolas Municipais: Antonieta Castro, que ficou com a primeira colocação, Raimundo Neiva, em segundo lugar, e Odorico Castelo Branco, em terceiro. Troféus foram entregues e todos os alunos participantes receberam medalhas. O diferencial nesse I Torneio Inter EJA foi o time da Escola Municipal Odorico Castelo Branco, que entrou em quadra com um time constituído apenas por estudantes surdos e mudos, proporcionando mais inclusão na educação e nos momentos de lazer das escolas.

A coordenadora do Ensino de Jovens e Adultos da zona urbana, Joana Siqueira, explanou que a próxima medida é realizar um torneio que também envolva o turno diurno, podendo assim contemplar mais estudantes do EJA, a data para o evento será retirada após reunião com os professores do sistema de Ensino. “Eventos como esse são de extrema importância para motivar e integrar os alunos, principalmente do EJA e durante o segundo semestre, é uma forma de evitar a evasão escolar”, finalizou a coordenadora Joana Siqueira.

Secom

Retratos



Sinto muito, poeta, mas ainda há tempo de sonhar; na tua bela Corte; nas águas flutuantes de teu Nilo sedutor; ainda haverá prazeres no Porto de tuas madrugadas; sem mais delongas e lágrimas de tua longas caminhadas.

9/08/2017

Lançado em Floriano o projeto "Cultura e Cidadania: Direito de Todos"

Na manhã dessa terça-feira (05), no auditório da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer aconteceu o lançamento do projeto "Cultura e Cidadania: Direito de Todos", que contempla jovens com oficinas de dança, capoeira, música e bordado. Na ocasião estavam presentes a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Elineuza Ramos, o diretor de Cultura Leonardo Carlos, o secretário de Comunicação Nilson Ferreira, além dos colaboradores e professores do projeto.
 elineuza

Com o objetivo de levar cultura através das artes eruditas e populares à comunidade, o projeto oferta oficinas diversas que são ministradas na sede da Secretaria. Com inscrições encerradas e conclusão prevista para 30 de novembro, a secretária de Cultura, Elineuza Ramos, pontuou a importância das oficinas. "O intuito é dimensionar as ações de cultura e cidadania até alcançar as mais variadas parcelas da sociedade". 
elineuza0
A secretária ainda explanou que a partir de outubro o projeto estará presente nos bairros da cidade.
  
Com oficinas gratuitas, o projeto também oferece cidadania através de palestras que serão ministradas durante as oficinas, levando temas e discussões por meio dos colaboradores da ação. É propósito da Secretaria de Cultura levar o projeto para a zona rural.
Fonte: Secom

9/06/2017

RCC da Diocese de Floriano promove Congresso Jubilar de Ouro

Congresso de Ouro
A Renovação Carismática Católica comemora seu Jubileu de Ouro, 50 anos desde o retiro de Duquesne em 1967, fato que desencadeou o movimento no mundo. Para comemorar a data, a RCC da Diocese de Floriano promove o seu XV Congresso celebrando os 50 anos de existência do Movimento em todo o mundo.

A missa de abertura acontecerá na próxima sexta-feira (8), ás 19:00 horas na Catedral São Pedro de Alcântara. O evento acontece nos dias 09 e 10 de setembro na quadra da Escola Municipal José Francisco Dutra a partir das 08:00 da manhã com a entrado no valor de 15 reais. 

De acordo com Girlene Brito, responsável pela divulgação, o intuito do Congresso é frutificar e testemunhar esse direcionamento na prática cotidiana, bem como na missão. 


“O Espírito é somente um, precisamos caminhar na diversidade para o mesmo fim”, destaca. O tema principal do Congresso é o mesmo vivenciado pela RCC em todo o Brasil neste Ano Mariano: “O Espírito Santo descerá sobre ti” (Lc 1, 35). 

Dentre as presenças confirmadas no encontro estão Leandro Rabelo do ministério de pregação e membro da comissão nacional da RCC, a Nilde Fretas, presidente do Conselho Estadual da RCC e o Padre Alcindo, diretor Eclesiástico RCC PI. Assim como tem acontecido em todo o Brasil o Congresso terá um momento em homenagem aos 50 anos do Movimento, chamado pelo papa Francisco de “Corrente de 
Graça”. 

Além de missas, pregações, louvor e adoração. E as crianças não ficam de fora desse grande momento! O Ministério para as Crianças promove o Congressinho, que acontecerá simultaneamente no mesmo local. 

Segundo Girlene Brito, a família carismática da Diocese de Floriano está em festa. “Estamos celebrando neste ano o nosso Jubileu de Ouro. São 50 anos semeando a Cultura de Pentecostes em todo o mundo. Diante disso, o Congresso terá um caráter todo especial.”

Mais informações sobre o XV Congresso Diocesano da RCC-PI no telefone (89) 99435-3319 ou 99913 -2834.

Fonte: florianonews.com

9/05/2017

RETRATOS


Fonte: Voz de Floriano

9/04/2017

Retratos

Riacho do Itaueira
Dentro do contexto de nossa seguimentos florestais, a região de Floriano ainda cosegue se consagrar na preservação de nossa flora. O fator natural de nossa vegetação ainda nos proporciona gigantesca fonte de riquesas varias.

Mas no entanto e preciso buscar gestão para acompanhar o foco de degradação dos nossos processos ainda perenes. No caso da foto acima, como estarão hoje o bioma do riacho do Itaueira e suas proximidades?

O governo municipal poderia fazer um apanhado dessa natureza bela à\ nossa disposição e desenvolver a nossa produção turistica.

A Princesa do Sul caminha a todo instante rumo ao futuro e o nosso processo de desenvolvimento tem que acelerar, mas isso requer a intervenção e a gestão dos nossos colaboradores.

9/02/2017

FALECEU RAIMUNDO BAGANA

Bagana é o terceiro agachado, quando jogou pelo Palmeiras de Bucar na década de sessenta
Morreu na madrugada deste sábado (2), na cidade de Teresina, o ex-comentarista esportivo Raimundo Nonato de Sousa, popularmente conhecido como Raimundo Bagana.

Segundo informações repassadas pela família em rede social, a morte do cronista esportivo, que durante anos trabalhou na Rádio Difusora de Floriano, aconteceu em decorrência de problemas renais.

O corpo de Raimundo Bagana será transladado para a cidade de Floriano, onde ocorrerá o velório no Memorial situado no bairro Manguinha.

Fonte: florianonews.com

9/01/2017

Retratos

Nos canteiros da cidade

Estávamos, ansiosos, cumprindo um roteiro matinal por entre as matas e as florestas da Princesa. Ainda havia um tempo em que a nossa vegetação nos proporcionava grandes alegrias.

A Taboca, Vereda Grande, Irapuá e Meladão, por aí ainda havia muitas belezas e florestas naturais e o canto dos pássaros; hoje, apenas, escutamos os carros de som insuportavelmente transgredindo a harmonia de nossa música.

Precisamos, a um tempo curto, revitalizar as nossas matas e o canto do passarinhedo. Precisamos voltar a tomar banho de chuva e invadir as bicas. Não podemos mais suportar o novo consumo que instalou-se de repente de forma descultural.

Precisamos, enfim, buscar os velhos carnavais e as marchinhas que nos causavam grandes emoções.

8/30/2017

RETRATOS DA CIDADE

CASARÃO DE DOUTOR THEODORO FERREIRA SOBRAL

Antigo Casarão dos Sobral

Quando éramos crianças, líamos, o "Castelo Dourado da Princesa", de Dominique Petit, livrinho de histórias infantis, comprado na livraria de Dona Neném Machado. A partir, daqueles contos, começávamos a compor fantasias, e erguer nossos castelos - alguns, até reais.Foi assim, que imaginamos ser, o grande casarão, da esquina, hoje Avenida Eurípedes de Aguiar e Rua Fernando Marques - a ampla residência do Dr. Theodoro Ferreira Sobral: Uma casa mágica e cheia de encantos. O escritor José Nunes Fernandes, diz:" Foi construída, em 1922, sendo a primeira casa, de Floriano, a ter jardim exterior. O partido da construção é amplo e apresenta vários estilos arquitetônicos, especialmente, nas duas fachadas: Principal e lateral"

Primitivamente, o gradil era todo de madeira torneada, formando um belo conjunto. Hoje está modificado, por medida de segurança. No passado, o jardim era bem composto, com roseiras,mulatinho contornando os canteiros, pés de rosa-chá e um grande caramanchão, arredondado,coberto com madresilvas. Na parte, do lado direito, a entrada principal, com terraço, e ornada de grandes colunas toscanas. Via-se jarros enormes, com palmeiras, e uma jardineira de cimento, cheia de lilázes míudas.. Se a memória não nos trai, mais adiante, dando para o quintal, dos fundos, um pé de cajá.Ornando a entrada principal,à direita, um grande jasmineiro; à esquerda,várias plantas, como: bugarís, alfinete, rabo-de-macaco, e, na parte dos fundos, uma grande toceira, de zínias (umbigo-de-viúva), formando uma cebe viva. Tudo, ali, ornava a mansão, com esquadrias retas, em madeira, venezianas e bandeiras e composição, em vidraça azul. Sonhávamos ali entrar, mas era impossível, esse sonho de criança. Víamos, passando pela calçada, feita com grandes ladrilhos de barro (ainda existem alguns retalhos ...), e, através das solenes janelas abertas, os móveis altos - móveis D"Áustria, e o ornato dos quebra-luzes, em porcelana, que balançavam, ao vento ... Ah! casa dos nossos sonhos! Viamos,  ainda, o velho patriarca Theodoro Sobral se embalando, na sua cadeira de embalo, toda em palinha, com seu colete cinza e gravata vinho, com fios dourados. Austero, nobre, elegante, a nós parecia figura de contos antigos. À porta, elegante, em seu vestido azul marinho, a grande dama Sra. Eurídice Sobral. Ficava, de pé, na soleira da sala, e era emoldurada pela luz mortiça, do grande abajour, que pendia do teto, formando meia-luz, e refletindo, no grande espelho de cristal, da sala, a imagem dos que entravam e saiam, Ali, naquela solar, grandes acontecimentos se realizaram: reuniões, festas, conversas políticas, roda familiar, para o cafezinho.

Passando, ali, hoje, vemos o grande casarão, que ainda guarda o antigo esplendor. Tudo, porém, está quieto. O velho patriarca e a nobre dama já não estão presentes. Tudo está entregue,ao tempo, e o tempo vai passando. "Fugit irreparabile tempus" Só conseguimos ouvir a voz do silêncio. A pintura azul da casa está esmaecida. O Jardim feneceu, em parte. o pé de madresilva ainda se enche de flores miúdas e multicoloridas, e se mostra para ninguém;  mesmo assim, enche, o ar, com seu perfume adocicado Já não há, ninguém, sob o caramanchão. Na entrada principal, o velho jasmineiro, de oitent'anos se veste de branco, como um noivo e, com seu perfume suave, suave ...enche, o trecho da Rua Fernando Marques, até à casa de Dona Teresa Sá e Kalume, de deliciosa fragância.

No calor da tarde, lagartixas sonolentas se refrescam, entre a hera e o muro. Pardais, em algazarra, fazem ninhos no topo das grandes colunas toscanas, da entrada principal ou adejam, por sobre os pináculos pontiagudos, do frontão do lado esquerdo, onde vemos, ainda, os altos relevos, em massa. Ai bate a saudade. Volta, no filme da mente, o passado e história de Dominique Pettit; nos sentimos impotentes, diante da ferocidade do tempo. Só nos resta, pois, enchermos os olhos d'água ... como agora.

(O texto é de 1996. Acasa foi demolida. Ficou apenas a dor da saudade, dessa linda casa)

8/27/2017

Reunião define diretoria provisória da Associação Florianense de Imprensa

Ass. Florianense de Imprensa
Foi realizada na noite da última sexta-feira (25), a 2ª reunião da Associação Florianense de Imprensa (AFI). O encontro aconteceu na sala de reuniões da Câmara Municipal, reunindo integrantes dos diferentes meios de comunicação locais.

Na ocasião foi instituída a diretoria provisória da entidade, que agora passa a trabalhar a regularidade jurídica da associação, para que a diretoria possa desenvolver atividades com mais tranquilidade.

Após o encontro, a diretoria provisória ficou da seguinte forma:
Ivan Nunes da Costa - Presidente
José Borges Reis - Vice-presidente
Aparecida Santana - 1ª Secretária
Elizangela Arrais - 2ª Secretária
Inácia Maria - 1ª Tesoureira
Hoslânia Marques - 2ª Tesoureira

Conselho fiscal
Luciano Azevedo
Agostinho Cavalcante
Lula Ferreira

Suplentes
Bruno Oliveira
Gilberto Júnior
Temístocles Filho

Fonte: florianonews.com

8/23/2017

RETRATOS

Praça Idelfonso Ramos
Praça Idelfonso Ramos (Manguinha)

Ilustrada pelo nosso Agente de Cultura César de Antonio Sobrinho, observamos nestas belas imagens a praça Idelfonso Ramos, a praça da Manguinha.

No passado havia o catavento, o Grupo Escolar Paulo Ferraz (que ainda continua com o seu processo na educação local), o campo do areião onde a rapaziada costumava jogar bola. Quando o campo do Ferroviáro estava lotado, aí então se ocupava o areião da Manguinha.

Mas o tempo passou e o prefeito Adelmar Pereira, em 1978, resolveu construir o espaço dessa praça, melhorando as condições do bairro e adjacências (placa comemorativa abaixo).

De qualquer forma, precisamos preservar esses logradouros para atender a contento a nossa população, principalmente no que tange ao desporto. Oxalá os nossos novos gestores tomem o hábito de manter esses espaços para engrandecer a nossa expectativa.

Placa comemorativa

8/19/2017

Lançamento Coleção FLORIANENSES, Volume 6 em Brasília

Volume 6 em Brasília

O lançamento da Coleção FLORIANENSES, Volume 6, em Brasília, dar-se-á no próximo dia 26 de agosto, sexta-feira,  no Restaurante Xique-Xique a partir das 19:30 horas.

Espera-se grande número de florianenses, como dos anos anteriores, para prestigiar este grande acontecimento. A colônia florianense de Brasília, certamente, vai contribuir e reencontrar velhos amigos da época de ouro de Floriano.

Nesta edição estão sendo homenageados Ondina Silva, Maria isaura Silva, Júlia Silva, João Clímaco da Silva, Agrônomo Parentes, Edison Araújo, Agostinho Reis, Raimundo Araújo, Gabriel Kalume, Michel Demes, Gilberto Martins, Hélio Martins, Naila Bucar, Osvaldo marcello, Antonio Segundo, Geraldo Teles, Geni Barbosa, Antonio sobrinho e ainda Pindaro Castelo Branco, Clovis Ramos, Nelson Oliveira, Vilmar Oliveira, maria do Carmo Drumond, Iracema Atem, pastor Freitas, José Clementino, Dulce clementino (Jannete) e Bruno dos Santos.

Retratos

DE VOLTA PARA O FUTURO



O pôr do sol, é lá no cais; eu vejo a lua, surgindo atrás da torre... do cais “. Esse é o trecho inicial da linda canção do grupo musical Viazul, que fez sucesso na década de setenta, mas que traduz bem a beleza e a poesia da beira do rio, o ponto de encontro mais aconchegante da cidade.

O Flutuante em sua mansidão de sempre, mantendo a tradição; o Parnaíba, caudaloso, inspirando os poetas e itinerantes; vejo, à noite, reluzente, a bela Barão, espelhada nas águas do rio; mas já não existem mais as regatas de julho e as lavadeiras.

O tempo vai passando, lentamente e o futuro surge sorrateiramente; mas não se houve mais os borás; a tecnobregacia surge com novos sons de consumo em nossos carnavais; os foliões, agora, são sultra abadanos e as nossas marchinhas se perderam no tempo; o cais absorve outras naves e concorrentes. A poesia mudou e a burguesia sumiu.

Saudoso, chego, agora, de mansinho a sondar a nova paisagem que ficou. Soturno, ando em passos lentos e solitários à procura de um tempo em que não volta mais; no entanto, o conforto da minha presença aqui satisfaz o meu ego; e os tambores que escuto na madrugada lenta e fria, são meus únicos companheiros, que trafegam por aqui, ecoando noite a dentro a compartilhar os meus pensamentos em busca de um nova onda

8/12/2017

Espetáculos locais são selecionados para 6º Festival Nacional de Teatro em Floriano

Os espetáculos "Ratimbum! Pararatimbum!" de Paulo Sacaldassy e direção de Annysia Carvalho da Cia Giramundo Produções - Associação de Apoio a Cultura Florianense e o espetáculo "Pelos Caminhos da Perdição" de Waldir Correia e direção de Lorena Campelo encenado pela Cia Giramundo Produções e Os Tais do Teatro foram selecionados para o 6º Festival Nacional de Teatro do Piauí - Troféu Escalet 30 Anos.

"Ficamos muito felizes pela seleção, pois estaremos contracenando e competindo com os maiores espetáculos de teatro do Brasil. Nossa Cia ainda é nova mas já vem com uma bagagem carregada de festivais e mostras competitivas, sempre relevando a prática da criação teatral e do desenvolvimento artístico de nossa cidade",
 declara Annysia Carvalho diretora da Giramundo Produções.
Imagem: Annysia CarvalhoEspetáculos locais são selecionados para 6º Festival Nacional de Teatro em Floriano.(Imagem:Annysia Carvalho)

A comissão de seleção finalizou o processo de escolha dos grupos que farão parte do 6º Festival Nacional de Teatro do Piauí, que acontecerá no período de 29 de novembro a 03 de dezembro de 2017 na cidade de Floriano/Piauí. A realização é do Grupo Escândalo Legalizado Teatro, Secretaria de Estado de Cultura do Piauí/Secult e Governo do Estado do Piauí.

O Festival recebeu 219 (duzentos e dezenove) inscrições das cinco regiões e do Distrito Federal. Houve inscrições de todos os gêneros da dramaturgia: infantil, comédia, drama, tragicomédia, experimental, narrativo, monólogos, teatro de rua, boneco, palhaço, circo, performances e intervenção.

Para o resultado final estava previsto no regulamento a seleção de 20 grupos, sendo que a comissão organizadora ampliou esse numero para 32 grupos contemplados, dos seguintes estados, Alagoas, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Norte, Piauí, Goiás, Paraíba, São Paulo, Santa Catarina, Maranhão, Ceará, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Bahia, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Totalizando a participação de 18 estados, das 05 regiões e do Distrito federal. (Fonte: florianonews.com).

8/11/2017

DEPOIMENTO DE PEDRO GAUDENCIO DE CASTRO

CARO JANCLERQUES MARINHO:

Eu venho acompanhando as suas publicações no Portal de Floriano com muito interesse, pois, todas são contando a história de Floriano. 

Neste artigo no Portal de Floriano de 07/08/2017 abordando o tema " A ERA DE OURO DE FLORIANO, ANTIGA (Colonia São Pedro de Alcântara) baseada no livro - CRISTINO CASTRO - Empresário Pioneiro em Floriano e na Região do Gurgueia, em homenagem ao seu centenário), escrito por meu primo Francisco Ferreira de Castro, na qual, além da história fantástica do desbravador Cristino Castro, ele teve a gentileza de publicar uma carta que lhe dirigi desculpando-me por não ter participado do grande evento em Cristino Castro, quando o seu pai e meu tio completaria 100 anos de existência, região em que ele e meu pai Agrippino Castro levaram o progresso com a implantação de comércio e industria do algodão e arroz, ligando Nova Lapa a Floriano, nos seus 360 quilômetros de estrada feita por eles e com a ajuda do Estado. 

Na publicação feita por Teodoro, Luis Paulo, Cristóvão Augusto e Rosenilta em seis edições maravilhosas, divulgando a história de florianenses e filhos adotados de Floriano, eu contei na sua quarta edição, uma viagem fantástica quando tinha cinco anos de idade, onde logo após a Ladeira do Angico Branco uma onça pintada, ofuscada pela luz do Chevrolet Gigante que nos conduzia a Nova Lapa foi semi atropelada e que o José Garapa que trabalhava na Empresa Cristino Castro e Irmão tomou o rifle que um dos soldados que conduziam um preso e acabou com a danada. Aquele momento ficou indelevelmente marcado na minha memória e veja - isso correu em 1936. Apesar do tempo eu ainda lembro de alguns aspectos da cidade de Cristino Castro. 

Quero agradecer em nome da família CASTRO essa sua iniciativa que somente orgulho traz a todos nós. 

Pretendo ir a Floriano no próximo aniversário da cidade, quando Teodoro e a sua equipe pretende reinaugurar o Floriano Clube, que tive o prazer de presidir, oportunidade em que, se estiver lá, conhecê-lo pessoalmente. 

Quanto citação do meu nome entre outras lideranças políticas, registro apenas a minha participação como candidato à prefeitura de Floriano nos idos de 1966, quando tive a excelsa honra de ter sido escolhido como candidato do MDB, numa eleição de apenas 33 dias, do lançamento da candidatura ao dia das eleições, primeiro, tendo como adversário o comerciante Arudá Bucar e depois, a Arena, sentindo uma derrota iminente, substituiu a chapa que passou a ser comandada por Tibério Nunes, ex-prefeito, médico e saindo do Governo do Estado passando o Arudá como Vice-Prefeito, uma chapa duríssima. 

Perdi por poucos votos. 

Foi uma eleição inesquecível, onde dei a minha participação inequívoca em favor da redemocratização do pais. 
Pedro Gaudêncio de Castro.
Recife / PE

8/09/2017

Livro da Coleção Florianenes chegará às escolas municipais de Floriano

Coleçao FLORIANENSES, Vol. 6
Uma licitação que solicita 576 livros do sexto volume da Coleção Florianenses já está em andamento e a previsão é que até o final de agosto os livros já estejam nas escolas municipais. Todos os volumes anteriores já fazem parte do acervo das bibliotecas da rede municipal de educação, a proposta é realizar a aquisição da sexta edição para que os alunos da rede também tenham acesso.

A coletânea, que já está no seu sexto volume, é um projeto desenvolvido pela Fundação Floriano Clube, que busca narrar a história de personalidades que compuseram e compõem o quadro de pessoas influentes para a história e desenvolvimento da cidade de Floriano. A sexta edição do livro, que foi escrita pelos colaboradores: Teodoro Sobral Neto, Luís Paulo Oliveira, Rosenilta de Carvalho Attem e Cristóvão de Araújo Costa, foi lançada durante a programação de aniversário da cidade, e conta com extenso acervo histórico, além de poder ser utilizada como fonte de pesquisa.

SECOM

8/06/2017

Retratos


Escuta, poeta, a tua saudade; flutuas no tempo de tuas ilusões em teu Porto; bebe do mel de tua Princesa; nas águas serenas de teu Nilo sedutor.

Segunda feira da Agricultura Familiar de Floriano promete superar primeira edição

Novo Mercado do Cruzeiro
Realizada há pouco mais de um mês a primeira edição da feira abriu as festividades do aniversário de Floriano e foi considerada um sucesso.

Agricultores de várias comunidades da cidade colocaram os produtos que cultivam em pequena escala à venda e atraíram muitos consumidores.

Por conta do sucesso o município resolveu repetir o evento para apoiar os pequenos agricultores.

A segunda feira da Agricultura Familiar está sendo realizada neste sábado (05) desde as sete horas da manhã no Complexo Comercial do Cruzeiro.


Cerca de 70 agricultores de 12 comunidades estão expondo e comercializando uma grande quantidade de produtos saudáveis e sem agrotóxicos, como hortifrutigranjeiros, mel, queijos, polpas de frutas, doces e artesanato.


Font: florianonews.com


8/04/2017

RETRATOS

Ferroviário Atletico Clube

Esse é o famoso time do Ferroviário Atlético clube, quando disputava uma jornada esportiva no dia 6 de julho de 1953, época em que o futebol florianense despertava grandes emoções.

Com relação à escalação, da esquerda para direita, observamos os atletas Sérgio, o goleiro Nelson Oliveira ( hoje morando na rua 7 de Setembro ), Balduíno, Binda, Genério e Chico Martins;

Agachados, temos os jogadores Batista, Lauro, o centroavante Fenelon Brasileiro, o craque Vilmar e Nenê na esquerda.

O nosso amigo Fenelon, o centroavante da foto, hoje aposentado, fora abordado pelo professor Djalma Nunes Filho e nos presenteou com essa pérola do futebol românico da Princesa do Sul.

8/03/2017

Prefeitura trabalha visando organizar o Mercado Central de FLO

Mudanças no Mercado Central

Os comerciantes do Mercado Central que ocupam de forma desordenada os espaços dos corredores e calçadas terão que seguir algumas normas nos próximos dias e, essas já estão sendo estudadas e serão instituídas com ação da gestão municipal. Na área interna do Mercado existem vários boxes que estão fechados, pois os seus proprietários preferem vender os seus produtos nas calçadas, atrapalhando o tráfego de pessoas e usam os boxes como deposito de bebidas, CDs, DVDs e outros produtos. Há ainda alguns pequenos comerciantes que são donos de até três boxes e usam também, esses locais como depósitos.

Esse é um fator que pode ser mudado a partir de ações das pastas da administração Joel Rodrigues que tentam organizar o local. Nessa terça-feira um grupo de secretários visitou o Mercado para começar transformar a aparência de um dos locais mais visitados da cidade.

“Nós vamos orientar essas pessoas sobre os novos locais onde elas vão poder ocupar. O Alberto, diretor do Mercado, pode nos dar as informações da quantidade de boxes que temos fechados e que poderão estar sendo usados por comerciantes que querem vender os seus produtos”, disse o Marcony Alysson, da Infraestrutura.

O primeiro andar do Mercado que está ocioso e que foi local de prostituição e de uso de drogas, deve ter um funcionamento. Vale ressaltar que para essa parte superior em gestões anteriores houve especulações de movimentar o espaço com organização e negócios diversos, mas as idéias não saíram do papel.
Apesar da grande movimentação diária e nos finais de semana a desordem no local é crescente e, por isso, algumas regras serão colocadas e aqueles que não as obedeceram estarão sujeitos as penalidades em acordo com a Lei, inclusive com multas.

O trabalho de orientar as pessoas que estão de alguma forma irregular, em relação aos locais, será por um período de trinta dias.


Estavam presentes ontem no Mercado os titularas das pastas da Infraestrutura, Meio Ambiente, SUTRAN, Desenvolvimento Rural e ainda membros da Vigilância Sanitária. Na ação há ainda a participação do Ministério Público.

Fonte: piauinoticias.com

7/31/2017

REFORMA DA ESCOLA NORMAL


O estabelecimento de ensino dos mais tradicionais de Floriano, a Unidade Escolar Monsenhor Lindolfo Uchoa, está passando por um processo de reforma em todas as suas salas e outras alas, através de sua nova Diretoria.



Segundo consta, será uma reforma completa, onde não se está economizando pra deixar toda a Unidade com todas as condições de proporcionar ao alunado e a comunidade local com o melhor aparato de ensino moderno, tecnologia e corpo docente.


Espera-se que será uma nova empreitada pra recuperação da educação local. Essa Escola é tradicional na cidade e, acreditamos, poderá dar os avanços necessários para assim melhorar as condições intelectuais de todos os alunos.

7/30/2017

Retratos da Cidade

RETRATOS ( ROSA DE OURO )

Rosa de Ouro 1964
DEPOIMENTO ( Teodoro Sobral ) 

Luis Paulo e Janclerques, essa foto não é de 1960, pois está aparecendo um balcão de tijolo e nesse ano o quiosque ainda era de Madeira. 

Se não me falha a memória, o prédio de tijolo, o Sr Kamilo construiu no final dos anos sessenta. Com ele está a palavra para tirar a dúvida . 

Quem poderá também elucidar o ano é o Sebastiao, que era o jornaleiro dele, está vivinho para nos ajudar nessa dúvida do ano. 

Eu comprava muita revistA lá, mas fui também concorrente do Sr Kamilo , pois meu pai era agente da Varig e eu pedia aos pilotos para trazerem as revistas da época: cruzeiro, manchete, fatos e fotos. 

Eu recebia as revistas no mesmo dia que eram lançadas no sul do pais e a Rosa de ouro só recebia na semana seguinte pois vinha via terrestre e ainda era via Teresina . Resultado , sr Kilovolt me denunciou para a Varig, alegando que os pilotos estavam vendendo revistas, o que era proibido. 

Veio um inspetor da Varig apurar a denúncia e meu pai muito astuto inventou que eram pessoas de Floriano que morava em Brasília que traziam as revistas. O argumento colou, eu fiquei um tempo sem vender , mas como todo bom vendedor informal. 

Logo voltei as atividades. Para quem tinha só 11 anos de vida, era muito o dinheiro que eu ganhava. Foi aí que comecei a aprender a comerciar. 

E lá se vão 50 anos de lutas.