6/30/2017

RETRATOS DE FLORIANO

Ao fundo, o casarãodos Demes

Podemos observar que dentro do contexto dos nossos retratos, que ainda estão preservados e nos mostram a beleza do centro da cidade, Floriano exaltava uma singularidade e beleza no dia a dia da movimentação de nosso cotidiano.

Acima, o desfile dos anos de 1940 do Colégio Santa Teresinha, que era a referência educacional em Floriano e na região sul do Estado. As retretas eram uma comoção com a parceria do contexto religioso que a cidade exortava à época.

Diversos casaroes, hoje, foram cabo abaixo pelos seus proprietários em função da especulação imobiliaria. Acreditamos, se nao houver uma parceria junto à sociedade, os gestores ficarão queimados junto ao desenvolvimento social da cidade.

6/28/2017

CINE NATAL

Amo todas as mulheres de 1936 (Poster do primeiro filme exibido no Cine Natal)
O PASSEIO EM FRENTE AO CINE NATAL
Colaboração – Nelson Oliveira
O título dessa página foi uma prática adotada durante muitas décadas, sempre aos domingos, a partir das sete horas da noite.
O Cine Natal (foto dos anos de 1940) exibia diariamente, em duas sessões, uma às 18 horas e a outra às 20 horas; e aos domingos às 19 horas, costumeiramente, era iniciado o referido passeio protagonizado pelas senhoritas da época, da elite, e consistia de inúmeras pessoas de braços dados, percorriam o espaço compreendido entre a esquina com a rua Fernando Marques, até onde esteve funcionando, por muitas décadas, o Supermercado Triunfo e atualmente está estabelecido o AVISTÃO, especialista na comercialização de calçados, num movimento constante, na mais perfeita ordem, onde, durante o dito movimento, elas conversavam entre si, abordando diversos assuntos relativos a cada qual.
Às 20 horas e 30 minutos, momento da segunda sessão do cinema, o movimento enfraquecia e, às 21 horas, já tinha se extinguido o referido movimento naquele palco que era constituído de uma ampla calçada de mais ou menos cinco metros de largura delicadamente mozaicada pelo proprietário do cinema, o senhor Bento Leão.
Enquanto as belas senhoritas daquele tempo desfilavam, os pretensos e os namorados, os primeiros, através de flertes ( o olhar ) com os já namorados, permaneciam à beira da calçada, esperando as conquistas do momento e das já conquistadas.
Alguns, na hora da segunda sessão do cinema, ingressavam no local para se deleitarem dos bons filmes da época e os demais, que já tinham conquistados alguém, saíam em busca da casa da nova conquista.
Aquele local foi sem dúvida nenhuma responsável por muitos romances que resultaram em felizes casamentos, que apesar da tão falada modernidade pregada por alguns, ainda persistem em nossa sociedade, com netos e filhos e até bisnetos, numa demonstração de que o amor, em todos os tempos, é o mesmo com a diferença de que existiu o respeito recíproco entre o homem e a mulher, atributos aqueles que atingiam quem vinham depois; infelizmente, hoje, isso não ocorrem nossa sociedade, onde se constata inversão de valores com a roda grande querendo passar por dentro da pequena e se isso acontecer, certamente, veremos Sodoma e Gomorra renascer.
Felemos também da outra classe social, que se reunia na calçada defronte. Ali onde é a sede da 5ª Região Fiscal, também havia ajuntamento por volta dos anos de 1950, de pessoas da classe operária, sem contudo o clássico passeio.
No prédio citado, existia a Confeitaria São Jorge de propriedade do senhor Abdias Pereira, que naquele tempo desempenhava o papel das hoje lanchonetes, servindo todo tipo de merenda e alguns tipos de bebidas. Aos domingos com excelente frequência até às nove horas da noite, logo após o início da sessão de cinema com todos retornando às suas casas ou se dirigindo para outro local de diversão.
Se não me falha a memória, na gestão do prefeito Francisco Antão Reis, na década de 1960 houve melhoramento na praça doutor Sebastião Martins, visando a transferência para aquele logradouro, daquele movimento em frente ao Cine Natal, que na verdade se iniciou, entretanto, daquele movimento nunca com entusiasmo que havia no primeiro e que por isso teve efêmera duração, apesar da modernidade da praça, onde existia até uma fonte luminosa e de maior espaço.
Mas é assim, o povo é que é o dono da verdade.

6/26/2017

Veja programação do aniversário de FLO. As ações começam dia 1º

Fonte: piauinoticias.com
A cinco dias do início das comemorações do aniversário de Floriano, cidade que vem sendo administrada pela 3º vez pelo Joel Rodrigues, o piauinoticias recebeu enviado pela Secretaria de Comunicação a programação.
 A festividades começam a ser colocadas em prática no dia 1º, e vão se estender até o dia 08, quando a cidade completa120 anos.




6/25/2017

Multidão acompanha posse de Dom Edivalter como novo Bispo da Diocese de Floriano

Posse de Dom Edivalter

Uma multidão de fieis acompanhou a posse de Dom Edivalter Andrade, na noite do último sábado (24), como novo Bispo da Diocese de Floriano.

A cerimônia, realizada no adro da Catedral São Pedro de Alcântara, pôs fim a uma espera de quase um ano aos fiéis da Diocese de Floriano. Dom Edivalter Andrade recebeu a missão, em março, por decisão do Vaticano, e tomou posse diante de milhares pessoas, com um público composto por líderes políticos, religiosos, familiares e a comunidade católica.

O novo pastor foi recebido por volta das 16h00 por uma grande comitiva na entrada da cidade. Na ocasião o prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, fez a entrega simbólica das chaves da cidade para Dom Edivalter, que também foi presenteado com os símbolos da Diocese, representados pela carnaúba, água e terra com imagem da Imaculada.

A celebração teve início por volta das 18h00h, quando o agora 3º Bispo Diocesano de Floriano chegou à Catedral ovacionado pelos fiéis e se ajoelhou diante do santíssimo. Houve o início da missa, com a palavra do Padre Ivam Alves Mendes, que exerceu a função de administrador diocesano durante o período de sé vacante.

Na sequência, o representante do clero, Padre Ângelo Márcio Oliveira, fez a leitura do mandato apostólico com a nomeação do Bispo eleito. O ato de posse foi concluído com a assinatura da ata de posse, entrega do báculo (cajado, sinal do pastoreio), tomada de posse (cátedra com o brasão estampado, sinal da missão de ensinar) e Hino da Diocese.

Esteve presente na missa de posse o governador Wellington Dias, secretários de Estado Merlong Solano e Francisco Costa, os deputados federais Assis Carvalho e Silas Freire, o prefeito Joel Rodrigues, vereadores e lideranças comunitárias.

O governador cumprimentou o novo Bispo em nome do povo do Piauí. "Sei da importância da presença de Deus no coração do nosso povo. É isso que move a esperança da nossa gente. Saiba que pode contar com a parceria do Governo do Estado, afinal, sabemos da importância da Igreja Católica no trabalho social com crianças, idosos, dependentes químicos e tantos outros. Acreditamos e temos excelentes expectativas com a sua vinda", declarou Wellington Dias.

Dom Edivalter Andrade foi designado para ocupar o lugar deixado pelo Bispo Dom Valdemir Ferreira dos Santos, que foi transferido para a Diocese de Amargosa, no estado da Bahia, onde foi empossado em julho de 2016.

Dom Edivalter Andrade foi designado para ocupar o lugar deixado pelo Bispo Dom Valdemir Ferreira dos Santos, que foi transferido para a Diocese de Amargosa, no estado da Bahia, onde foi empossado em julho de 2016.

(Fonte: florianonews.com).


6/21/2017

ANIVERSÁRIO DE 105 ANOS DE DONA JOANINHA

Dia 24 de junho vindouro estará completando 105 anos de vida a dona Joana Reis Silva (dona Joaninha), filha de José Camilo dos Reis e de Rosalina Borges dos Reis, então proprietários da Fazenda Veredas, hoje pertencente a outra pessoa.
D. Joaninha 105 anos


A dona Joaninha casou-se com o senhor Benedito Alves da Silva, filho de Luís Alves da Silva e de Rosa Alves de Barros, então proprietários das Fazendas Angelim, Várzea Alegre e Malhada do Meio, ainda hoje pertencentes a pessoas da família.

A dona Joaninha e o senhor Benedito Silva (in memorian), pessoas muito conhecidas em toda a Princesa do Sul, tiveram um casamento sólido de quase 60 anos, com 10 filhos, 29 netos e bisnetos.

Dos 10 filhos, em Floriano só moram atualmente as professoras Raimunda Silva Soares, Socorro Silva Ribeiro e o professor, ex–vereador e político Sérgio Silva.

Os demais estão espalhados pelo Brasil a fora.

A dona Joaninha é uma pessoa de muita vitalidade, dispõe de uma saúde invejável, é católica praticante e freqüentadora assídua da Paróquia da Ibiapaba.

Dona Joaninha e familiares
Nossos parabéns a dona Joaninha e que esta data se prolongue por muito tempo e que seja comemorada por muitas outras, juntamente com os seus familiares e amigos.

6/06/2017

Retratos de FLORIANO

Campo do Artístico

Escola Normal à esquerda
Segundo o nosso amigo Teodoro Sobral, o Artístico era um time de futebol que fazia parte da União Artística Operária Florianense.

O tempo passou e a especulação imobiliária local tomou de conta de nossos logradouros. O campo do artista, como era conhecido, foi um cenário que proporcionou à comunidade local a prática do esporte de uma maneira bem natural.

Campo do Artístico e o velho cajueiro
Como Podemos observar, veja o que ocorre hoje.