8/06/2017

Retratos


Escuta, poeta, a tua saudade; flutuas no tempo de tuas ilusões em teu Porto; bebe do mel de tua Princesa; nas águas serenas de teu Nilo sedutor.

Nenhum comentário: